Hyundai KAUAI na estrada

Quanto custa carregar um carro elétrico?

Ekonomista
Por Ekonomista 24 Julho 2020  •  6 Minutos
Hyundai KAUAI na estrada
Sabe quanto custa carregar um carro elétrico na sua casa? E na rede pública? Saiba como calcular este custo e veja que a poupança é real.

 

Uma das principais dúvidas relacionadas com a mobilidade verde é quanto custa carregar um carro elétrico.

 

É mais barato que abastecer um veículo a combustão? Qual o valor de um carregamento? A poupança com os veículos elétricos é real?

 

Com o objetivo de responder a estas questões, elaboramos este artigo.

 

Nele explicamos, através de um exemplo real, quanto custa carregar um carro elétrico, e de qual a percentagem de poupança quando comparado com um veículo a combustão. 

 

Quanto custa carregar um carro elétrico

 

carro elétrico a carregar

 

1. Onde é possível carregar carros elétricos?

 

Antes de analisado um exemplo real e definido o custo de carregamento de um carro elétrico, importa conhecer os locais onde pode ser realizado o carregamento.

 

Assim, é possível carregar veículos elétricos em dois locais distintos: em casa, ou na rua.

 

Em casa, os veículos podem ser carregados através da ligação a uma tomada normal, ou através de uma wallbox.

 

A wallbox é um sistema que pode ser instalado em casa, e que permite um carregamento mais rápido ao transmitir uma maior quantidade de energia para o automóvel, do que aquela que é transferida através de uma tomada normal.

 

Na rua, os veículos podem ser carregados num dos vários postos de carregamento geridos pela empresa pública responsável pela rede de mobilidade elétrica, a MOBI.E.

 

 

2. Quais as diferenças no carregamento?

 

Dependendo do local onde opta por carregar o seu veículo, poderá ter um carregamento mais, ou menos, rápido. Esta é a principal diferença.

 

2.1. Carregamento através de uma tomada doméstica

 

As tomadas domésticas de 10 amperes permitem o carregamento de qualquer veículo elétrico. O problema: este carregamento vai demorar mais tempo.

 

Um Hyundai IONIQ Electric, por exemplo, necessitaria estar ligado à tomada doméstica durante 35h30. 

 

2.2 Carregamento através de uma wallbox

 

A instalação de uma wallbox para os carregamentos em casa é o ideal.

 

Embora a instalação de uma wallbox tenha um custo associado, e esta instalação tenha que ser realizada por empresa certificada para tal, a rapidez de carregamento acaba por ser bastante vantajosa. 

 

Com uma wallbox, o IONIQ Electric atingiria a totalidade da carga em cerca de 6h. Uma diferença de quase 30h, quando comparado com uma simples tomada doméstica.

 

Quanto custa carregar o automóvel elétrico em casa?

 

Tudo irá depender das condições contratuais com o seu fornecedor de serviços Imaginemos que o custo kWh na sua casa é de 0,16 kWh.

 

Vamos considerar o Hyundai IONIQ Electric como exemplo. Este automóvel encontra-se equipado com uma bateria de 38,3 kWh.

 

Para o carregar completamente irá gastar, aproximadamente, 6,13€. Este valor irá permitir-lhe percorrer 300 quilómetros.

 

2.3 Carregamento na rede MOBI.E

 

A rede MOBI.E tem postos de carregamento normais (3,7 kVA), semi-rápidos (22 kVA), e rápidos (43 kVA).

 

Os postos de carregamento rápidos permitem o carregamento de 80% da bateria em cerca de 50 minutos.

 

A vantagem desta rede é a existência de postos de carregamento espalhados um pouco por todo o território nacional.

 

Assim, caso necessite, poderá carregar o seu automóvel em qualquer um destes postos, por um determinado preço, e desde que tenha celebrado um contrato com um Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica (CEME).

 

 

3. Quanto custa carregar um carro elétrico

 

O custo do carregamento de um automóvel elétrico depende de vários fatores.

 

Em casa, o valor vai depender do contrato celebrado com o fornecedor de energia (incluindo potência contratada e eventuais descontos).

 

Assim, este valor poderá ser variável de cliente para cliente.

 

No entanto, o cálculo poderá ser feito multiplicando o valor pago por unidade de energia e a quantidade de energia necessária para carregar o automóvel (esta quantidade varia de automóvel para automóvel).

 

Na rede MOBI.E vai também depender de vários fatores como o contrato com o CEME e o posto de carregamento escolhido, mas vamos calcular o custo de carregamento através de um exemplo concreto.

 

Em primeiro lugar, é importante saber que para que possa utilizar um dos postos da rede pública necessita celebrar um contrato com um dos CEME a atual no mercado: Bluecharge, Digital Charging Solutions (DCS), Eco Choice, EDP Comercial, GALP Power, Mobiletric, PRIO.E e GRCAPP.

 

Nesse contrato ficará definido o valor que lhe será cobrado pela energia utilizada para o carregamento do seu automóvel nos postos de carregamento da rede.

 

O contrato pode estipular um custo por cada KWh de energia consumida, ou um preço mensal fixo.

 

Depois de celebrado o contrato, o CEME fornecer-lhe-á um cartão com o qual poderá aceder a todos os postos da rede, independentemente do operador do posto ser o CEME com o qual celebrou contrato, ou não.

 

Cada posto de carregamento é da responsabilidade de um operador.

 

Esse operador (ou empresa) pode cobrar pela ativação do serviço, limitar o tempo de carregamento de cada veículo, ou a quantidade de KWh utilizados.

 

A definição destes valores é da total responsabilidade do operador, sendo que podem até variar de posto para posto, dependendo da procura por parte do consumidor.

 

Contudo, todos os valores cobrados pelo operador encontram-se em local visível no próprio posto, e divulgados publicamente no site da MOBI.E.

 

Exemplo prático:

 

Os valores a pagar pelo carregamento na rede pública, são:

 

  • custo por kWh indicado no contrato com o CEME;
  • a tarifa do operador do posto;
  • taxas e impostos.

 

Para este exemplo vamos partir do princípio que o CEME contratado é a EDP Comercial e que o posto é também operacionalizado por esta empresa e localiza-se em Aveiro.

 

Os custos a considerar para o carregamento são os seguintes:

 

  • custo por kWh: 0,1680€;
  • tarifa do operador: 0,15€ de valor fixo por carregamento e 0,11€/kWh;
  • taxas e impostos: 0,001€/kWh pelo IEC (Imposto Especial ao Consumo de Energia Elétrica) e o IVA do carregamento.

 

Utilizando novamente o Hyundai IONIQ Electric, com uma bateria de 38,3 kWh, como exemplo, vamos calcular o custo de um carregamento de 100% da bateria.

 

Total custos:

 

  • custo total kWh: 6,4344€;
  • tarifa do operador: 4,363€;
  • taxas e impostos: 0,0383€ pelo IEC e 2,4322€ de IVA.

 

Assim, o carregamento de 100% da bateria do Hyundai IONIQ Electric, no posto mencionado e com um contrato celebrado com o CEME referido, custaria um total de 13,3279€.

 

O Hyundai IONIQ Electric tem uma autonomia de 311 quilómetros.

 

Se compararmos este veículo a um veículo a gasolina que consuma 7 litros a cada 100 quilómetros, e considerarmos que o custo da gasolina é de 1,45€ por litro, estimamos uma poupança de mais de 18€ ao utilizar o Hyundai IONIQ Electric.

 

A poupança é real?

 

Como é possível comprovar através do exemplo anterior, a poupança é real.

 

Se num único carregamento é possível poupar cerca de 18€, imagine-se ao longo de dezenas ou centenas de carregamentos anuais.

 

Embora o custo inicial de um veículo elétrico seja mais elevado que o de um veículo a combustão com as mesmas características, a poupança em combustível ao longo dos anos permite abater esse diferencial.

 

A poupança no carregamento é uma das vantagens dos veículos elétricos e um dos motivos pelo qual estes veículos têm uma quota de mercado cada vez maior.

 

Uma outra vantagem destes veículos é o reduzido custo da manutenção.

 

Embora o eventual custo da substituição da bateria preocupe, a verdade é que a manutenção dos veículos elétricos é mais baixa que a de um veículo tradicional pois os veículos elétricos têm até 60% menos peças de desgaste rápido.

 

A existência de menos componentes, o facto de a sua substituição ser mais simples e não ser necessária com tanta regularidade, diminuem os encargos com a manutenção.

 

E a bateria? De facto, pode ser caro substituir uma bateria, tal como pode ser necessário e igualmente dispendioso substituir o motor de um carro.

 

Contudo, muitas vezes só é preciso substituir alguns dos seus módulos da bateria ao invés de a substituir na totalidade. Além destes fatores, a garantia oferecida pelo fabricante permite que não se preocupe com esta questão durante largos anos.

 

A Hyundai oferece, por exemplo, uma garantia de 8 anos ou 200.000 quilómetros para a bateria de iões de lítio do IONIQ Electric.

 

Para explorar esta questão de uma forma mais aprofundada, aconselhamos-lhe o leitura do artigo onde respondemos à pergunta: é possível poupar com um carro elétrico?.

Ekonomista
Ekonomista O Ekonomista é um publisher de referência nacional com expertise editorial na área de Motores. Como parceiros da Blue Academy, a nossa missão é descomplicar os temas relacionados com a eco mobilidade.

Viagens longas com carros elétricos em Portugal: é possível?

Por Hyundai Portugal
Carro elétrico a carregar num posto de carregamento

Tudo o que deve saber sobre a autonomia dos carros elétricos

Por Ekonomista
Pessoas presentes na inauguração da estação de carregamento de carros elétricos

Já existe uma estação de carregamento para carros elétricos em Portugal

Por UVE
pessoa a comprar um carro elétrico e a experimentar

Quer comprar um carro elétrico? Então analise esta lista de 10 pontos.

Por Ekonomista
Posto de carregamento de carros elétricos

Pagamento dos postos de carregamento elétrico: o que vai mudar?

Por MOBI.E
Hyundai Kauai carro elétrico na estrada

É possível, ou não, poupar com um carro elétrico?

Por Ekonomista
Carregamento de um carro elétrico

O desenvolvimento da rede nacional de carregamento de carros elétricos

Por Galp
Kauai Electric e IONIQ em parceria com o Museu Van Gogh

A arte de mãos dadas com a mobilidade ecológica

Por Hyundai Portugal

O que precisa de saber sobre o carregamento da bateria de um carro elétrico

Por Ekonomista
carro elétrico a abastecer

Carros elétricos: como vão mudar a sua vida pessoal e financeira

Por Ekonomista
Carregamento de um veículo elétrico

Manutenção de um carro elétrico: tudo o que precisa de saber

Por Hyundai Portugal
Aplicação EDP EV.X para veículos elétricos

EDP EV.X – A aplicação que simula a utilização de um veículo elétrico

Por EDP
Top