Utilização

Carros ecológicos: o que deve saber antes de comprar

ECO Mobilidade

A ECO Mobilidade é o presente. Hoje somos mais sustentáveis, mais convenientes, mais simples. A Hyundai apresentou o seu primeiro concept elétrico no início dos anos 90, mas, nos dias que correm, ainda existem muitas dúvidas entre os consumidores. Na Blue Academy a nossa missão é descomplicar termos e conceitos, desmontar mitos e esclarecer todas as dúvidas para que faça uma escolha informada.

Que tipo de utilização vai dar ao carro?

É a primeira pergunta a colocar. A esta seguem-se outras. Faz viagens curtas ou conduz por largas horas? Tem postos de carregamento perto de casa, do trabalho ou a caminho? Em casa tem energia disponível no local de estacionamento? São muitas perguntas que tem de se colocar, mas todas necessárias para determinar qual é o carro certo para si.

 

Os carros ecológicos são versáteis, amigos do ambiente, económicos, excelente autonomia, consumo mais reduzido, emissões baixas, uma performance impressionante e simplificam a condução. Em troca, alguns deles, apenas pedem um pouco mais de atenção do que os tradicionais. Mas, na verdade, não exigem muito mais do que o seu telemóvel.

 

Onde quer que vá, um bom planeamento é essencial para que a sua viagem seja tão prática como num carro com motor de combustão interna.

Qual é a melhor solução para mim?

Não importa qual é o seu estilo de vida, há um carro ecológico que o completa. Esse carro é um Hyundai. Com a maior gama de carros ecológicos do mundo, pode escolher entre cinco tecnologias diferentes: o potente 48V/Híbrido, o versátil Híbrido, o eficiente Plug-in Híbrido, o 100% Elétrico ou o pioneiro carro a Hidrogénio.

 

Há carros eletrificados para todos os gostos. Para todas as vidas. Uns são totalmente elétricos, outros combinam um motor elétrico com um motor a combustão (gasolina ou gasóleo), uns carregam em movimento e outros ligados a tomadas. Verdadeiramente avançados, combinam a máxima eficiência energética com zero ou reduzidas emissões.

 

Todos os Hyundai são diferentes, mas o compromisso é o mesmo: proporcionar-lhe um mundo melhor. Conheça e compare aqui todas as tecnologias que a Hyundai disponibiliza.

Preciso de cartão de carregamento?

A resposta é simples, sim. Para carregar o seu carro fora de casa é indispensável que tenha um cartão de carregamento. Este cartão é destinado a utilizadores de veículos 100% elétricos e de veículos elétricos plug-in e é a única forma de ter acesso a toda a rede de carregamento elétrico. É também essencial para sair do concessionário com o seu Hyundai ecológico.

 

Para isso é necessário que, previamente, faça um contrato com um Comercializador de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica (CEME). Após a celebração do contrato, o comercializador da sua escolha fornecer-lhe-á um cartão para acesso à rede.

 

Independentemente do comercializador que escolher, o seu cartão de mobilidade elétrica permite o carregamento em qualquer um dos postos, existentes em espaços públicos, no país.

 

Estes são os principais CEME em Portugal:

 

  • Galp Electric
  • EDP Comercial
  • Prio
  • Eco Choice
  • eVaz Energy

Quais são os benefícios dos carros ecológicos?

Se ainda se está a perguntar porque deve conduzir um carro ecológico, temos três razões concretas: incentivos estatais e reduções fiscais significativas, estacionamento gratuito e a sua contribuição efetiva para um mundo mais limpo.

Benefícios fiscais para carros elétricos

A Comissão Europeia fez um pacto, a que chamou Green Deal, cujo objetivo é fazer da Europa o primeiro continente com impacto neutro no clima até 2050. Foram criadas medidas de apoio a uma transição ecológica sustentável, entre as quais estão os incentivos para apoio à compra de carros elétricos.

 

O Governo Português reservou uma fatia do Fundo Ambiental para apoiar a compra de carros elétricos. Este apoio do Estado está limitado às primeiras mil candidaturas e a carros 100% elétricos, novos, sem matrícula, de preço total até 62.500€ (IVA incluído).

 

Estes incentivos só são atribuídos a quem não tenha dívidas à Autoridade Tributária e Aduaneira nem à Segurança Social. Depois de receber o incentivo, os beneficiários ficam obrigados a manter a posse do carro, por um período não inferior a 24 meses, não os podendo exportar.

 

Os particulares, cuja candidatura seja aceite, recebem 3.000€ para abater ao preço do carro, limitado a um incentivo por candidato, e ficam isentos do Imposto Sobre Veículos e do Imposto Único de Circulação.
 
As empresas podem candidatar-se para comprar até quatro carros 100% elétricos, recebendo 2.250€ por cada um. O valor da totalidade do IVA da compra dos carros pode ser deduzido em sede de IRC, assim como todas as despesas relacionadas com as reparações e com a energia gasta para recarregar as baterias.
 
Pode saber mais acerca deste apoio do Governo Português no site do Fundo Ambiental.
 
Para além disto, os carros 100% elétricos estão isentos de tributação autónoma e as empresas beneficiam de uma taxa de depreciação superior à legalmente prevista para os carros a combustão. No caso dos híbridos, as regalias estão previstas para as motorizações plug-in, cuja bateria pode ser recarregada pela ligação à rede elétrica, com autonomia superior a 25 km. Para estes carros está também prevista uma redução do Imposto Sobre Veículos até 562,50€, dependendo da emissão de CO2 que declararem.

Estacionamento gratuito

Para incentivar a utilização de carros ecológicos, facilitar a mobilidade e reduzir a pegada de carbono, alguns municípios implementaram propostas para isentar os carros elétricos do pagamento de estacionamento à superfície.

 

Atualmente, há treze municípios com benefícios ou isenção de estacionamento para carros elétricos, designadamente: Beja, Funchal, Guimarães, Lisboa, Loures, Mirandela, Oeiras, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, Ribeira Brava, Setúbal e Vila Real.

 

Informe-se na sua autarquia uma vez que, apesar da isenção, em algumas cidades, para beneficiar do estacionamento gratuito, é necessário ter um dístico identificativo de carro elétrico. Além destes benefícios, em centros comerciais e outros locais públicos, há lugares de estacionamento gratuitos reservados para estes carros.

Pegada cada vez mais ecológica

Das refeições às viagens, da roupa aos livros, dos telemóveis aos transportes, todas as nossas ações deixam uma marca no planeta. Quanto mais compramos, usamos ou quão piores são os nossos hábitos, maior a pegada carbónica que imprimimos no nosso planeta Terra. É tempo de utilizar os recursos de forma mais consciente, garantindo que deixamos um mundo sustentável para quem nos seguir.

 

Se o ambiente é para si uma prioridade e precisa de um carro para se deslocar diariamente, optar por um carro eletrificado é a forma de reduzir, significativamente, a sua pegada de carbono. Os carros híbridos são menos poluentes e no caso dos elétricos o número a fixar é ZERO. Zero ruídos, zero emissões de gases com efeito de estufa e zero emissões de matérias poluentes.

Quanto custa um carro ecológico?

A questão tem menos a ver com quanto custa um carro ecológicos e mais com quanto a sua carteira vai poupar ao conduzi-lo. Nestas contas não entra apenas o preço de aquisição, mas, também, todos os custos que qualquer carro acarreta. Manutenção, consumos, impostos… já fez as contas?

 

Ao comprar um carro ecológico, conta com incentivos estatais na aquisição, isenção do imposto único de circulação, benefícios fiscais para empresas (IVA, IRC, Tributação autónoma), nenhuns ou reduzidos custos com estacionamento e energia muito mais barata do que o combustível.

 

A manutenção é mais simples e mais em conta porque os carros ecológicos têm até 60% menos peças de degaste e a substituição das que tem é menos complexa. Isto significa que o custo das manutenções periódicas é mais baixo. A poupança é real.

 

Quanto a consumos, as contas são simples: um carro elétrico tem custos energéticos abaixo de 3€ por 100km, já as opções a gasolina e gasóleo consomem, no mínimo, 10€ e 7€, respetivamente. É fazer as contas.

E o prazer da condução?

Mantém-se. A condução é suave, silenciosa, relaxante e tranquila. Também pode ser ativa, exuberante, vigorosa e desafiante. Os carros eletrificados não são mais lentos, na verdade, são capazes de acelerar mais rápido do que os tradicionais.

Glossário da mobilidade ecológica

Tecnologias

  • VE ou EV – Veículo Elétrico ou Electrical Vehicle.
  • BEV – Battery Electric Vehicle (BEV). Aplica-se aos veículos 100% Elétricos sem outra fonte de Energia.
  • PHEV – Plug-in Hybrid Electric Vehicle. É um veículo que além de usar a motorização elétrica para se deslocar, usa igualmente um segundo motor alimentado por combustível. Ao contrário do HEV pode ser carregado se ligado à Rede Eléctrica.
  • HEV – Hybrid Electric Vehicle. Aplica-se aos veículos híbridos convencionais que conjugam mais do que uma fonte de energia, geralmente térmica e eléctrica. O motor térmico actua como fornte de nergia principal e é apoiado por um motor eléctrico alimentado por uma bateria que é recarregada através dos sistemas de regeneração.
  • Mild Hybrid ou 48V/Hybrid – Veículos equipados com um motor de combustão interna auxiliado por um motor elétrico. A baixa velocidade, ou quando o veículo está parado, o motor pode desligar-se e o gerador de 48V reinicia quando necessário. A bateria de 48V é recarregada pelo sistema de travagem regenerativa.
  • FCEV – Fuel Cell Electric Vehicle – Veículo com motor elétrico, no qual a energia elétrica é gerada por uma célula de combustível de hidrogénio. A única emissão deste veículo é vapor de água.

Carregamento

  • PCR – Posto de Carregamento Rápido – podem ser encontrados em postos de combustível ou áreas de serviço das auto-estradas e utilizam corrente contínua (DC). Permitem a carga de veículos a mais de 50 kWh
  • PCN – Posto de Carregamento Normal – são os postos habitualmente localizados na via pública e Centros comerciais. Utilizam corrente alternada (AC). Normalmente permitem a carga entre 11 e 22 kWh.
  • Ampere (A) – Ampere é a unidade de medida de corrente elétrica.
  • Volt (V) –Volt (V) é a unidade de tensão elétrica ou Diferença de Potencial.
  • Monofásico – Circuito composto por uma só fase e neutro. É o tipo de circuito mais comum nas habitações.
  • Trifásico – Circuito composto por três fases. É mais comum na indústria ou comércio embora também possa ser encontrada em habitações, normalmente grandes e com equipamentos com grande consumo elétrico.
  • Wh – Watt-hora (Wh). 1 watt-hora é a quantidade de energia utilizada para alimentar uma carga com potência de 1 watt pelo período de 1 hora.
  • kWh – Quilowatt-hora (kWh). Cada kWh equivale a 1000Wh.
  • EVSE – Electric Vehicle Supply Equipment – é o carregador de ligar à tomada de 220V que acompanha o veículo.
  • Ficha Tipo 1 – A ficha tipo 1 é uma ficha de uma fase única que permite carregar níveis de potência de até 7,4 kW (230 V, 32 A). Esta norma é usada principalmente em modelos de automóveis de marcas asiática
  • Ficha Tipo 2 – Utilizada principalmente na Europa. Em áreas privadas são comuns níveis de potência até 22 kW mas pode ser utilizada em níveis de potência superiores em estações de carregamento públicas. É o tipo de ficha utilizada pela Hyundai para carregamento AC.
  • Ficha CCS (Combined Charging System) – é uma versão da fiche Tipo 2, com 2 contactos adicionais para carregamento rápido.
  • Ficha CHAdeMO – sistema de carregamento rápido desenvolvido no Japão. Permite potências de carregamento até 50 kW em estações adequadas.
  • OPC – Operador do Posto de Carregamento
  • CEME – Comercializador de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica
Top