Utilização

Como carregar carros elétricos?

Há muitos mitos associados ao carregamento de carros elétricos. Sabia que, dependendo da quantidade de quilómetros que faz diariamente, pode apenas precisar de carregar o carro uma vez por semana? É assim tão simples.

Onde carregar carros elétricos?

Pode carregar o seu automóvel elétrico de duas formas: em casa ou em locais públicos destinados para tal. Veja o que precisa para cada opção e o mapa de pontos de carregamento em Portugal.

Em casa

A forma mais cómoda, fácil e económica de carregar um carro elétrico é em casa. Não é obrigatório, mas simplifica porque permite que o carro esteja a carregar durante as horas em que não é utilizado, garantindo que tem sempre a carga necessária para circular. Basta que, como faz com o seu telemóvel, antes de se deitar, coloque o carro a carregar. Fácil!

Em local público

Se não for possível recarregar em casa, não faltam postos de carregamento normal ou rápido, de acesso público, semipúblico ou privado, onde o carro pode ficar estacionado algumas horas. Seja nas áreas de serviço (em autoestradas, vias rápidas ou estradas nacionais), nos parques de estacionamento de centros comerciais, grandes superfícies ou serviços públicos, em zonas industriais ou outros parques de estacionamento subterrâneos ou de superfície. O melhor? Não precisa de supervisionar o processo porque os postos de carregamento têm um sistema de bloqueio do cabo, impedindo que este seja removido sem que o utilizador faça logout. Pode deixar o carro a carregar enquanto almoça, faz compras, trabalha, vai ao cinema, vê a sua série preferida ou se diverte com amigos.

Como utilizar os pontos de carregamento?

Carregar um carro elétrico é muito simples. Feito o contrato com o Comercializador de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica (CEME) vai receber o cartão de carregamento que lhe dá acesso a todos os postos da rede de carregamento público.

 

Dirigindo-se a qualquer só precisa de passar o cartão no posto, selecionar o carregamento pretendido, escolher a tomada e liga-la ao carro. O carregamento iniciou.

 

Dependendo do tempo necessário para carregar, pode aproveitar para trabalhar, ler um livro, ouvir o seu podcast preferido, fazer compras, etc… Assim que estiver concluído, deve voltar a passar o cartão para terminar o carregamento, retirar o cabo do carro e seguir viagem.

Quanto tempo demora a carregar carros elétricos?

O tempo de carregamento depende de dois fatores: a intensidade da corrente disponível e a potência do carregador do carro. As baterias dos carros elétricos trabalham com corrente contínua. Se o carro for carregado com o mesmo tipo de corrente, o processo é mais rápido. Quando é com corrente alternada, como no carregamento doméstico, demora mais.

 

É possível reduzir este tempo. Ao instalar uma Wall Box garante o fluxo de energia e reduz o tempo de carregamento em casa. Através de uma tomada tradicional, o carregamento poderá levar várias horas, porque a corrente disponibilizada não é sempre a mesma.

 

Na rede pública, num posto de carregamento rápido (50 kW/h), pode carregar 80% da bateria em menos de uma hora.

Quanto custa carregar um automóvel elétrico?

Os postos de carregamento normal da rede pública, começaram a ser pagos em julho de 2020, em linha com as estações de serviço onde os carregamentos, sejam normais ou rápidos, são pagos. Maior parte dos postos de carregamento semipúblicos – por exemplo, em parques de estacionamento de centros comerciais e supermercados – ainda são gratuitos.

 

O preço total a pagar por um carregamento inclui a tarifa da energia, paga ao comercializador de energia de mobilidade elétrica, a tarifa pela utilização do posto de abastecimento, paga ao Operador do Ponto de Carregamento, e respetivos impostos (IEC e IVA). O valor final varia de acordo com o comercializador e operador escolhido para o carregamento. No entanto, todos estes valores serão cobrados pelo seu CEME numa fatura mensal.

 

Se optar por carregar em casa, vai notar uma ligeira diferença na fatura da eletricidade, mas nada que se compare aos custos com o abastecimento com combustíveis fósseis. Considerando que o custo médio do kWh em Portugal é de 0,2€/kWh, dependendo do tipo de carregamento, eis quanto lhe pode custar carregar um carro elétrico.

 

  • Carregamento em casa com tarifa bi-horária (vazio): 2€/100 km
  • Carregamento em casa com tarifa simples: 3€/100 km
  • Carregamento em Posto de Carregamento Rápido: 6€/100 km

 

Ora, sabendo que a bateria de um KAUAI tem capacidade de 64 KWh, para carregar totalmente a sua bateria em casa, teria um custo de 12,8€ (0,2 €/KWh x 64 KWh). Ou seja, com apenas 12,8€ pode percorrer mais de 450 km com o seu carro!

Como pagar o carregamento?

Está previsto que, no futuro, se possa pagar com aplicações ou cartões bancários, no entanto, de momento, em Portugal, ainda não é possível. Depois de aderir a um cartão de carregamento com o Comercializador de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica (CEME) da sua escolha, este emitirá uma fatura mensal na qual devem estar discriminados os custos da energia e tarifas de acesso à rede, taxas e impostos devidos.

Top