subscrever newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba as novidades em primeira mão

Sucesso!

A sua subscrição foi registada!
Hyundai KAUAI a carregar

Vantagens carros elétricos: as 5 principais

Ekonomista
Por Ekonomista 27 Janeiro 2021  •  8 Minutos
Hyundai KAUAI a carregar

Quer comprar um automóvel elétrico? Sabe quais são as vantagens dos carros elétricos? Descubra os motivos que justificam a compra de um elétrico.

 

Muito se fala da mobilidade ecológica, mas será que conhece realmente as vantagens dos carros elétricos?

 

A mais conhecida é, sem dúvida, a preservação do meio ambiente. O desenvolvimento desta tecnologia assenta precisamente na necessidade de sustentabilidade do meio ambiente.

 

Sendo o setor dos transportes um dos grandes contribuidores para a poluição atmosférica, é fundamental reduzir a emissão de gases poluentes emitidos por este setor, nomeadamente, pelos automóveis.

 

Contudo, não é só esta a vantagem dos carros elétricos.

 

Estes veículos oferecem muitas mais vantagens aos seus utilizadores. Algumas talvez um pouco desconhecidas pelos condutores em geral.

 

Neste artigo fique a conhecer em detalhe as 5 principais vantagens dos carros elétricos. No final ficará certamente convencido que esta é a tecnologia não só do futuro, mas também da atualidade.

 

Vantagens carros elétricos: 5 motivos para comprar um carro elétrico

 

 

1. Proteção ambiental

 

Vista aérea de um campo verde

 

Como explicado na introdução deste artigo, a principal vantagem associada aos carros elétricos é a proteção ambiental.

 

Os combustíveis fósseis são a fonte de energia mais utilizada no setor dos transportes. E esta fonte de energia, para além de ser um recurso não renovável, o que significa que terá um fim, também é altamente poluente.

 

A poluição do planeta tem efeitos altamente nocivos na saúde da população mundial e na preservação das espécies.

 

Por estes motivos, foi necessário desenvolver uma nova tecnologia, mais ecológica, que pudesse ser utilizada como fonte de energia para os meios de transporte.

 

Dessa necessidade surge a possibilidade da utilização da eletricidade como fonte de energia para os transportes.

 

Refere-se ao setor dos transportes em geral, pois o objetivo é utilizar esta fonte de energia em todos os veículos, não apenas nos automóveis.

 

Os carros elétricos, pela sua quantidade e grande percentagem no setor dos transportes, têm um peso enorme no papel de preservação ambiental.

 

Com a utilização de eletricidade como fonte de energia, os veículos elétricos não emitem quaisquer gases poluentes, quando em circulação.

 

Ao não emitirem gases, estes automóveis contribuem para a proteção do meio ambiente. No futuro, quando a utilização dos carros elétricos se massificar, esperam-se muitas melhorias na qualidade de vida das populações e de todas as espécies.

 

As alterações climatéricas, como o aquecimento global ou fenómenos anormais, serão revertidos, a melhoria da qualidade do ar contribuirá para a sustentabilidade das espécies e agricultura, entre outros.

 

Não é à toa que a mobilidade ecológica utiliza a cor verde numa alusão à preservação da natureza.

 

 

2. Poupança económica

 

 

Para além da proteção ambiental, devemos também destacar a poupança económica associada à utilização de veículos elétricos. 

 

Esta poupança está inteiramente associada ao facto de se utilizar a eletricidade como fonte de energia e não o combustível.

 

Como vimos no ponto anterior, para além de altamente poluentes, os combustíveis fósseis têm também um custo superior ao custo da energia elétrica (a energia mais utilizada nos veículos elétricos). 

 

Os combustíveis têm um custo cada vez mais elevado.

 

Isto deve-se ao facto da sua matéria prima principal, o petróleo, ser um recurso natural não renovável com um preço cada vez mais elevado, e os impostos aplicados serem cada vez mais elevados.

 

Os impostos aplicados aos combustíveis fósseis são cada vez mais altos precisamente com o objetivo de diminuir o seu consumo.

 

Por outro lado, a eletricidade tem um custo mais reduzido. É uma energia mais limpa e na sua constituição é cada vez maior a percentagem de energia renovável utilizada, e tem, ainda, menores custos de produção e de transporte.

 

Quando comparados, é possível perceber que o custo de utilização de um carro elétrico é cerca de três vezes inferior ao custo de utilização de um veículo convencional movido a combustível fóssil.

 

Se carregado em casa, o utilizador deve ter em consideração o contrato celebrado com o fornecedor de energia. Carregar o carro em casa, principalmente em horas de vazio, pode significar poupanças muito elevadas.

 

Carregar o carro fora de casa implica celebrar um contrato com um Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica (CEME) e pagar o custo por kWh definido no contrato, a tarifa cobrada pelo operador do posto utilizados e os impostos (Imposto Especial ao Consumo de Energia Elétrica, e IVA).

 

Estes carregamentos fora de casa podem, ainda, ser realizados em postos de carregamento normais ou rápidos. Os carregamentos em postos rápidos são naturalmente mais caros.

 

Embora seja mais dispendioso carregar o carro fora de casa, a comodidade e facilidade deste ato podem ser extremamente vantajosos. Principalmente quando a poupança face à utilização de combustíveis fósseis continua a ser extremamente significativa.

 

A poupança diária com a fonte de energia utilizada nos carros elétricos pode acabar por compensar o custo inicial superior destes veículos.

 

Os carros elétricos têm um custo inicial mais elevado que o custo de um carro convencional de características semelhantes.

 

Contudo, quantos mais quilómetros realizar, maior será o seu nível de poupança com um carro elétrico, e mais rapidamente acabará por “abater” a diferença do custo inicial.

 

 

3. Manutenção mais barata

 

bateria de um carro elétrico

 

A fonte de energia utilizada nos carros elétricos é mais barata, assim como a sua manutenção.

 

Os veículos elétricos têm componentes muito distintos dos veículos a combustão. Isto significa que a sua manutenção será forçosamente diferente.

 

Os veículos convencionais têm muitas mais peças de desgaste, o que significa que requerem manutenções mais frequentes e a substituição de um maior número de componentes.

 

Não é só a fonte de energia que é mais barata. A manutenção de um veículo elétrico é diferente da de um veículo a combustão, e, também, bastante mais barata.

 

O motivo? Os veículos elétricos não têm tantos componentes de desgaste como os veículos convencionais. Assim, a manutenção torna-se menos regular e, consequentemente, mais barata.

 

Alguns dos componentes de desgaste que não se podem encontrar nos veículos elétricos são: os filtros de ar, filtros do combustível, óleo, óleo do motor, velas e correias de distribuição.

 

Ao contrário dos carros convencionais, os elétricos podem percorrer dezenas de milhares de quilómetros sem que seja necessário substituir qualquer componente.

 

E a bateria? Este componente central nos veículos elétricos é caro, e assusta os utilizadores.

 

Contudo, as baterias elétricas são duradouras e têm uma elevada qualidade e fiabilidade. A vida útil esperada para este componente é de cerca de 10 anos e, geralmente, o fabricante oferece uma garantia para a bateria que dura vários anos.

 

A Hyundai, por exemplo, oferece uma garantia de 8 anos ou vários milhares de quilómetros (dependendo do modelo) para a bateria de iões de lítio de alta voltagem utilizada nos seus veículos.

 

Durante este período, pode simplesmente estar descansado e não pensar em eventuais custos com este componente.

 

A manutenção dos carros elétricos não tem uma periodicidade definida. O veículo tem a capacidade de fazer auto diagnósticos para perceber eventuais problemas, emitindo avisos caso detete alguma necessidade de reparação.

 

Para além de atento aos diagnósticos do próprio automóvel, deve verificar o estado geral do automóvel, nomeadamente, aspeto da carroçaria e estado dos pneus.

 

 

4. Fiscalidade verde

 

 

Os veículos convencionais são cada vez mais penalizados por serem altamente poluentes. No sentido oposto temos os carros elétricos. Foram criados vários benefícios para promover a utilização deste tipo de veículos.

 

Por se tratar de um benefício monetário oferecido aos utilizadores de carros elétricos, o que mais se destaca é o Incentivo pela Introdução no Consumo de Veículos de Baixas Emissões

 

Este incentivo foi criado pelo Estado Português e tem sido renovado anualmente. Para o ano de 2020, o limite global definido para este incentivo foi de 4.000.000€.

 

E como funciona este incentivo?

 

O mesmo pode ser atribuído a pessoas singulares ou coletivas que adquiram veículos elétricos novos (até um limite de 62.500€), e que apresentem uma candidatura válida.

 

Contudo, como explicado, existe uma dotação anual para o incentivo e as candidaturas só serão consideradas até se esgotar o valor definido para o ano em questão.

 

Por este motivo, o mês em que é submetida a candidatura é importante, pois o valor disponível vai-se esgotando ao longo do tempo. Quanto mais cedo apresentar a candidatura, maior a probabilidade de conseguir obter o incentivo.

 

Existem outros aspetos a ter em conta: o tipo de veículo, a dotação máxima para cada tipo de veículo e para cada candidatura.

 

Os veículos elegíveis são:

 

  • veículos ligeiros elétricos;
  • motociclos de duas rodas e ciclomotores elétricos;
  • bicicletas elétricas;
  • bicicletas de carga;
  • bicicletas convencionais.

 

No ano de 2020, o total do incentivo foi dividido da seguinte forma pelos diferentes tipos de veículos elegíveis:

 

  • 2.100.000€ para veículos ligeiros de passageiros adquiridos por pessoas singulares;
  • 600.000€ para veículos ligeiros de passageiros adquiridos por pessoas coletivas;
  • 900.000€ para veículos ligeiros de mercadorias;
  • 350.000€ para bicicletas, motociclos, ciclomotores elétricos e bicicletas de carga;
  • 50.000€ para bicicletas convencionais.

 

Na eventualidade do valor de uma das tipologias não se esgotar, esse valor será distribuído pelas candidaturas em lista de espera das restantes tipologias.

 

Falta agora perceber os valores máximos atribuídos por candidatura:

 

Pessoas Singulares Pessoas Coletivas
Veículos Ligeiros 3.000€
Limite de um incentivo por candidato
2.000€
Limite de quatro incentivos por candidato/entidade
Veículos Ligeiros de mercadorias 3.000€
Limite de um incentivo por candidato
3.000€
Limite de quatro incentivos por candidato/entidade
Bicicleta, Motociclos, ciclomotores elétricos e bicicletas de carga 50% do custo até um máximo de 350€
Limite de um incentivo por candidato
50% do custo até um máximo 350€
Até quatro incentivos por candidato/entidade
Bicicletas convencionais 10% do custo até um máximo de 100€
Limite de um incentivo por candidato

 

Para além deste incentivo, existem ainda vários outros benefícios para quem pensa adquirir um carro elétrico, tais como:

 

  • isenção do Imposto Sobre Veículos (ISV): imposto devido no momento de aquisição do veículo e calculado com base na quantidade de dióxido de carbono (CO2) emitido pelo automóvel. Uma vez que os carros elétricos não emitem CO2, não pagam este imposto;
  • isenção de Imposto Único de Circulação (IUC): imposto anual;
  • acesso a estacionamento gratuito em locais próprios.

 

Para as empresas existem, ainda, alguns outros benefícios, como:

 

  • IVA dedutível;
  • isenção de Tributação Autónoma (0%);
  • depreciação do veículo no valor de 62.000€;
  • dedução do IVA nos custos com a eletricidade necessária para o carregamento dos veículos elétricos.

 

A fiscalidade verde existe assim para beneficiar os comportamentos mais sustentáveis, mas também para penalizar os menos ecológicos.

 

As políticas de proibição de circulação de veículos movidos a combustíveis fósseis que têm sido implementadas em várias cidades fazem parte da política de fiscalidade verde dos diferentes países.

 

 

5. O futuro é verde

 

Hyundai carro elétrico na estrada

 

Inevitavelmente veremos uma transformação drástica no mercado automóvel nos próximos anos. Essa alteração já começou e tem vindo a ganhar cada vez mais força e adeptos.

 

A quota do mercado automóvel que pertence aos carros elétricos está a tornar-se verdadeiramente significativa. Para isso contribuem as políticas de fiscalidade verde e a maior oferta de veículos elétricos por parte dos fabricantes.

 

A circulação de veículos convencionais (portanto poluentes) tem vindo a ser proibida em algumas cidades.

 

Medidas mais restritivas vão ser implementadas nos próximos anos, o que faz com que a compra de veículos convencionais comece a ser vista por muitos consumidores como não sustentável.

 

A pensar nas novas necessidades e preferências dos consumidores, praticamente todos os fabricantes de automóveis oferecem já modelos 100% elétricos ou, pelo menos, com componente elétrica, como é o caso dos veículos híbridos.

 

Com o passar dos anos, o evoluir da tecnologia (o que também a tornará mais acessível financeiramente) e a sua massificação, uma nova realidade instalar-se-á. E será, sem dúvida, verde.

 

 

Conclusão

 

Ao longo do artigo foram exploradas as principais vantagens dos carros elétricos. No entanto, existem outros benefícios associados a este tipo de carros.

 

Como se verificou e ao contrário do que pensa, os carros elétricos podem levar a uma poupança económica elevada, seja nos abastecimentos, como nas manutenções.

 

Além destas poupanças diretas, existem ainda outras vantagens económicas associadas à aquisição deste tipo de veículo.

Ekonomista
Ekonomista O Ekonomista é um publisher de referência nacional com expertise editorial na área de Motores. Como parceiros da Blue Academy, a nossa missão é descomplicar os temas relacionados com a eco mobilidade.
KAUAI elétrico a carregar

Qual o papel dos CEME na mobilidade elétrica?

Por Hyundai Portugal
Carros Elétricos vs Gasolina

Carros Elétricos vs Gasolina: 4 razões para optar pela ecomobilidade

Por Hyundai Portugal
Hyundai SEVEN

Hyundai revela concept SEVEN, o novo SUV da marca IONIQ

Por Hyundai Portugal

A Hyundai e os elétricos: uma relação que veio para ficar

Por Hyundai Portugal
Hyundai KAUAI veículos 100% elétricos

Veículos 100% Elétricos: conheça 5 vantagens!

Por Hyundai Portugal
Carregador de carro elétrico

Qual o consumo dos carros elétricos?

Por Hyundai Portugal
carros elétricos prós e contras

Carros Elétricos: Prós e Contras destes veículos

Por Hyundai Portugal
IONIQ 5 na estrada

Existe dedução do IVA em carros elétricos?

Por Hyundai Portugal
Mulher a carregar IONIQ 5

Rede de carregamento Mobi.E é cada vez mais uma opção para quem compra carro elétrico

Por MOBI.E
porque sao os carros eletricos caros - ioniq 5

Porque é que os carros elétricos são caros?

Por Hyundai Portugal
IONIQ 5

Elétrico vs Diesel: qual é a melhor opção?

Por Hyundai Portugal
Ioniq 5 na estrada

Carros elétricos em Portugal são a opção mais barata e sustentável?

Por Hyundai Portugal
Top