quanto custa carregar um carro elétrico -Hyundai KAUAI na estrada

Quanto custa carregar um carro elétrico?

Ekonomista
Por Ekonomista 24 Julho 2020  •  5 Minutos
quanto custa carregar um carro elétrico -Hyundai KAUAI na estrada
Sabe quanto custa carregar um carro elétrico em casa? E na rede pública? Saiba como calcular este custo e veja que a poupança é real.

 

Uma das principais dúvidas relacionadas com a mobilidade verde é quanto custa carregar um carro elétrico.

 

É mais barato que abastecer um veículo a combustão? Qual o valor de um carregamento? A poupança com os veículos elétricos é real? Com o objetivo de responder a estas questões, elaboramos este artigo.

 

Nele explicamos, através de um exemplo real, quanto custa carregar um carro elétrico, e de qual a percentagem de poupança quando comparado com um veículo a combustão. 

 

Quanto custa carregar um carro elétrico?

 

carro elétrico a carregar

 

1. Onde é possível carregar carros elétricos?

 

Antes de analisado um exemplo real e definido o custo de carregamento de um carro elétrico, importa conhecer os locais onde pode ser realizado o carregamento. Assim, é possível carregar veículos elétricos em dois locais distintos: em casa, ou na rua. Em casa, os veículos podem ser carregados através da ligação a uma tomada normal, ou através de uma wallbox.

 

A wallbox é um sistema que pode ser instalado em casa, e que permite um carregamento mais rápido ao transmitir uma maior quantidade de energia para o automóvel, do que aquela que é transferida através de uma tomada normal.

 

Na rua, os veículos podem ser carregados num dos vários postos de carregamento geridos pela empresa pública responsável pela rede de mobilidade elétrica, a MOBI.E.

 

 

2. Quais as diferenças no carregamento?

 

Dependendo do local onde opta por carregar o seu veículo, poderá ter um carregamento mais, ou menos, rápido. Esta é a principal diferença.

 

2.1. Carregamento através de uma tomada doméstica

 

As tomadas domésticas de 10 amperes permitem o carregamento de qualquer veículo elétrico. O problema: este carregamento vai demorar mais tempo. Um Hyundai IONIQ Electric, por exemplo, necessitaria estar ligado à tomada doméstica durante 35h30. 

 

2.2 Carregamento através de uma wallbox

 

A instalação de uma wallbox para os carregamentos em casa é o ideal. Embora a instalação de uma wallbox tenha um custo associado, e esta instalação tenha que ser realizada por empresa certificada para tal, a rapidez de carregamento acaba por ser bastante vantajosa. 

 

Com uma wallbox, o IONIQ Electric atingiria a totalidade da carga em cerca de 6h. Uma diferença de quase 30h, quando comparado com uma simples tomada doméstica.

 

Quanto custa carregar o automóvel elétrico em casa?

 

Tudo irá depender das condições contratuais com o seu fornecedor de serviços Imaginemos que o custo kWh na sua casa é de 0,16 kWh.

 

Vamos considerar o Hyundai IONIQ Electric como exemplo. Este automóvel encontra-se equipado com uma bateria de 38,3 kWh. Para o carregar completamente irá gastar, aproximadamente, 6,13€. Este valor irá permitir-lhe percorrer 300 quilómetros.

 

2.3 Carregamento na rede MOBI.E

 

A rede MOBI.E tem postos de carregamento normais (3,7 kVA), semi-rápidos (22 kVA), e rápidos (43 kVA). Os postos de carregamento rápidos permitem o carregamento de 80% da bateria em cerca de 50 minutos.

 

A vantagem desta rede é a existência de postos de carregamento espalhados um pouco por todo o território nacional.

 

Assim, caso necessite, poderá carregar o seu automóvel em qualquer um destes postos, por um determinado preço, e desde que tenha celebrado um contrato com um Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica (CEME).

 

 

3. Quanto custa carregar um carro elétrico

 

O custo do carregamento de um automóvel elétrico depende de vários fatores.Em casa, o valor vai depender do contrato celebrado com o fornecedor de energia (incluindo potência contratada e eventuais descontos).

 

Assim, este valor poderá ser variável de cliente para cliente.

 

No entanto, o cálculo poderá ser feito multiplicando o valor pago por unidade de energia e a quantidade de energia necessária para carregar o automóvel (esta quantidade varia de automóvel para automóvel). Na rede MOBI.E vai também depender de vários fatores como o contrato com o CEME e o posto de carregamento escolhido, mas vamos calcular o custo de carregamento através de um exemplo concreto.

 

Em primeiro lugar, é importante saber que para que possa utilizar um dos postos da rede pública necessita celebrar um contrato com um dos CEME a atual no mercado: Bluecharge, Digital Charging Solutions (DCS), Eco Choice, EDP Comercial, GALP Power, Mobiletric, PRIO.E e GRCAPP.

 

Nesse contrato ficará definido o valor que lhe será cobrado pela energia utilizada para o carregamento do seu automóvel nos postos de carregamento da rede. O contrato pode estipular um custo por cada KWh de energia consumida, ou um preço mensal fixo.

 

Depois de celebrado o contrato, o CEME fornecer-lhe-á um cartão com o qual poderá aceder a todos os postos da rede, independentemente do operador do posto ser o CEME com o qual celebrou contrato, ou não.

 

Cada posto de carregamento é da responsabilidade de um operador. Esse operador (ou empresa) pode cobrar pela ativação do serviço, limitar o tempo de carregamento de cada veículo, ou a quantidade de KWh utilizados.

 

A definição destes valores é da total responsabilidade do operador, sendo que podem até variar de posto para posto, dependendo da procura por parte do consumidor.

 

Contudo, todos os valores cobrados pelo operador encontram-se em local visível no próprio posto, e divulgados publicamente no site da MOBI.E.

 

Exemplo prático:

 

Os valores a pagar pelo carregamento na rede pública, são:

 

  • custo por kWh indicado no contrato com o CEME;
  • a tarifa do operador do posto;
  • taxas e impostos.

 

Para este exemplo vamos partir do princípio que o CEME contratado é a EDP Comercial e que o posto é também operacionalizado por esta empresa e localiza-se em Aveiro.

 

Os custos a considerar para o carregamento são os seguintes:

 

  • custo por kWh: 0,1680€;
  • tarifa do operador: 0,15€ de valor fixo por carregamento e 0,11€/kWh;
  • taxas e impostos: 0,001€/kWh pelo IEC (Imposto Especial ao Consumo de Energia Elétrica) e o IVA do carregamento.

 

Utilizando novamente o Hyundai IONIQ Electric, com uma bateria de 38,3 kWh, como exemplo, vamos calcular o custo de um carregamento de 100% da bateria.

 

Total custos:

 

  • custo total kWh: 6,4344€;
  • tarifa do operador: 4,363€;
  • taxas e impostos: 0,0383€ pelo IEC e 2,4322€ de IVA.

 

Assim, o carregamento de 100% da bateria do Hyundai IONIQ Electric, no posto mencionado e com um contrato celebrado com o CEME referido, custaria um total de 13,3279€.

 

O Hyundai IONIQ Electric tem uma autonomia de 311 quilómetros.

 

Se compararmos este veículo a um veículo a gasolina que consuma 7 litros a cada 100 quilómetros, e considerarmos que o custo da gasolina é de 1,45€ por litro, estimamos uma poupança de mais de 18€ ao utilizar o Hyundai IONIQ Electric.

 

 

A poupança é real?

 

Como é possível comprovar através do exemplo anterior, a poupança é real.

 

Se num único carregamento é possível poupar cerca de 18€, imagine-se ao longo de dezenas ou centenas de carregamentos anuais.

 

Embora o custo inicial de um veículo elétrico seja mais elevado que o de um veículo a combustão com as mesmas características, a poupança em combustível ao longo dos anos permite abater esse diferencial.

 

A poupança no carregamento é uma das vantagens dos veículos elétricos e um dos motivos pelo qual estes veículos têm uma quota de mercado cada vez maior.

 

Uma outra vantagem destes veículos é o reduzido custo da manutenção.

 

Embora o eventual custo da substituição da bateria preocupe, a verdade é que a manutenção dos veículos elétricos é mais baixa que a de um veículo tradicional pois os veículos elétricos têm até 60% menos peças de desgaste rápido.

 

A existência de menos componentes, o facto de a sua substituição ser mais simples e não ser necessária com tanta regularidade, diminuem os encargos com a manutenção. E a bateria? De facto, pode ser caro substituir uma bateria, tal como pode ser necessário e igualmente dispendioso substituir o motor de um carro.

 

Contudo, muitas vezes só é preciso substituir alguns dos seus módulos da bateria ao invés de a substituir na totalidade. Além destes fatores, a garantia oferecida pelo fabricante permite que não se preocupe com esta questão durante largos anos.

 

A Hyundai oferece, por exemplo, uma garantia de 8 anos ou 200.000 quilómetros para a bateria de iões de lítio do IONIQ Electric.

 

Para explorar esta questão de uma forma mais aprofundada, aconselhamos-lhe o leitura do artigo onde respondemos à pergunta: é possível poupar com um carro elétrico?

Ekonomista
Ekonomista O Ekonomista é um publisher de referência nacional com expertise editorial na área de Motores. Como parceiros da Blue Academy, a nossa missão é descomplicar os temas relacionados com a eco mobilidade.
manutenção carros elétricos

Manutenção de carros elétricos: tudo o que precisa de saber

Por Hyundai Portugal
Pessoa a carregar Hyundai KAUAI

Cartão Mobilidade Elétrica: saiba qual pode usar

Por notasemdia.pt
Hyundai IONIQ a carregar

Sabe como usar um posto de abastecimento elétrico?

Por Hyundai Portugal
Hyundai IONIQ 5 - tipos de carros eletricos

Tipos de carros elétricos: da cidade à montanha

Por Hyundai Portugal

Hyundai IONIQ 5 conquista o prémio Best Design nos TopGear Electric Awards

Por Hyundai Portugal
Símbolo IONIQ no London Eye, em Londres

Novos carros elétricos: Conheça a IONIQ

Por Hyundai Portugal
baterias carros elétricos

Baterias de Carros Elétricos: o que precisa de saber

Por Ekonomista
ionity

Postos de carregamento ultrarrápidos IONITY chegam a Portugal

Por Hyundai Portugal
Hyundai Kauai Elétrico

Descubra as soluções EDP para carregar o seu carro em casa

Por EDP
Pessoa a carregar Hyundai IONIQ 5

Procura uma app de postos de carregamento elétrico? Conheça as melhores

Por Hyundai Portugal
Hyundai Motor estabelece parceria com a Uber para acelerar a transição para veículos elétricos na Europa

Hyundai e Uber estabelecem parceria para acelerar transição para veículos elétricos na Europa

Por Hyundai Portugal

Como carregar carros elétricos em postos de carregamento públicos?

Por Hyundai Portugal
Top